Procura o primeiro emprego em farmácia? 9 passos para o currículo ideal

Já sabemos que encontrar um emprego nem sempre é tarefa fácil, especialmente se for o primeiro em determinado setor.

Um currículo adequado e que se distinga entre os restantes pode fazer a diferença. Para ajudar na sua candidatura a uma farmácia, aqui ficam 9 passos para construir o seu CV ideal.

1.º Passo – Que tipo de currículo construir?

A generalização dos currículos Europass, com as suas vantagens em termos de reconhecimento nacional e internacional, contribuiu para que o currículo dificilmente se destaque no meio de 100 candidaturas. Existem outras aplicações e sites para construção de currículos que pode usar para criar um CV original. Canva, OnlineCV ou CVMaker são algumas das opções.

 

2.º Passo – Diferentes tamanhos de letra e fundos consoante a área do CV

Diferenciar cada área do CV pode ser importante para manter a atenção do recrutador. Apostar em tamanhos de letra ligeiramente diferentes e até fundos diferentes de área para área ajuda a manter o foco da leitura, pois quebra a monotonia visual. Mas, lembre-se que a fácil legibilidade deve ser sempre a primeira preocupação.

 

3.º Passo – Adapte o CV ao lugar a que se candidata

Deve analisar a vaga e local de trabalho e priorizar as experiências académicas mais direcionadas ao cargo a que se candidata. Além disso, pode até selecionar as cores que aplica no seu CV ao logótipo da empresa a que se está a candidatar. Por exemplo, se a farmácia tem a sua identidade visual criada com uma cor verde, use essa mesma cor para áreas de destaque no seu CV. Procure ser criativo, mas sem cair em exageros estilísticos.

 

4.º Passo – Escolher uma boa fotografia

A fotografia do currículo é o seu cartão de visita, não a foto de perfil de uma rede social. Escolha uma foto natural, sem filtros, tons claros e foto iluminada e enquadrada. Opte por um plano médio (da cintura para cima) ou um médio curto (que mostre ombros e rosto). Fotos de corpo inteiro devem ser evitadas, pois reduzem a visibilidade do rosto e planos demasiado próximos também. Snappr´s Photo Analyzer é uma ferramenta que faz uma avaliação exaustiva da fotografia do LinkedIn a partir da inteligência artificial e pode ser uma boa opção para avaliar a foto escolhida para o CV.

 

5.º Passo – Informações a destacar

Deve constar no topo do CV, mas precisa de ter o relatório completo sobre a sua identificação. Nome, local de residência, contactos mais diretos (telemóvel e email). Evite a morada completa. Link para o perfil no LinkedIn pode ser importante, já para outras redes nem sempre e só em função da vaga a que se candidata. Se tiver um portefólio online na área a que se está a candidatar, uma hiperligação ao mesmo é uma mais-valia.

6.º Passo – Experiência Académica

Se vai candidatar-se a um cargo numa farmácia, seja como farmacêutico ou como técnico de farmácia, os três anos passado na Tuna não são o mais relevante. Nem a organização daquele encontro de final de curso. Mas os webinares ou formações a que tenha assistido patrocinados pela indústria farmacêutica ou por laboratórios de dermocosmética ou alguns trabalhos executados durante o curso são importantes para valorizar o seu currículo.

 

7.º Passo – Outras informações pertinentes

Como já referido anteriormente, a inclusão no CV de atividades e ações de formação fora do percurso académico que possam valorizar a sua candidatura é essencial, especialmente porque não tem ainda experiência profissional (pelo menos no setor da farmácia). Além disso, a participação em ações de voluntariado na área farmacêutica, por exemplo, em programas de rastreio, ajudam a destacar a sua experiência. Evite incluir atividades e ações que nada acrescentem ao currículo.

 

8.º Passo – Falar verdade e evitar erros e gralhas

Ao candidatar-se a um novo emprego, pode existir a tentação de “dourar a pílula”. Erro crasso. A “mentirinha” vai acabar por ser descoberta e minar por completo a confiança do recrutador ou futuro empregador em si. Além disso, lembre-se que nada desvaloriza mais um currículo do que os erros ortográficos, gramaticais e gralhas. É um péssimo cartão de visita. De preferência, deve dar o currículo a ler a outra pessoa para ajudar a identificar possíveis erros.

 

9.º – Tamanho do currículo é importante

Um currículo demasiado curto pode passar a imagem de falta de experiência profissional, embora sendo a candidatura a um primeiro emprego na farmácia seja mais compreensível. Por sua vez, um currículo demasiado extenso pode desmotivar, logo à partida, o recrutador e minar a concentração na hora de analisar o currículo. Uma página é o ideal para um candidato acabado de sair da faculdade ou de um curso técnico. Duas ou três, no máximo, para quem já tenha vários anos de experiência profissional (o que provavelmente não é o seu caso, se está a construir o seu primeiro CV para candidatura a uma farmácia).

Quer fazer o melhor currículo possível? Veja AQUI mais algumas dicas para um CV perfeito

Referências:

  1. Online CV. Como fazer um currículo. 2022.
  2. Nuno Rafael Gomes. Como fazer um bom currículo. Público. 2021.
  3. Andreia Cunha. Queres saber como criar um bom CV? Esta conversa pode ajudar-te. 2022.
  4. Como deve ser a fotografia do curriculum: conselhos + ferramentas. 2022.
  5. Master D. Curriculum vitae de sucesso em apenas 10 passos. Consultado em 2022.
  6. RH mais. Como criar um CV eficaz? Consultado em 2022.

//Artigo por Isabel Lima

Agosto 2022

Partilhar